“Entrai por suas portas com hinos de graças, pelos seus átrios com cantos de louvor, louvai-o, bendizei seu nome; pois o Senhor é bom, eterno é seu amor e sua fidelidade se estende a todas as gerações.” (Sl 100,4-5)

Queridos irmãos e irmãs, a paz de Cristo esteja com todos, e que a ternura materna de Nossa Senhora da Penha seja consolação e força para nós!

Após um período de tempo tão longo em que, por conta da pandemia de Covid-19, nossas Eucaristias não puderam ser celebradas com a participação do povo, chegamos ao momento no qual iremos retomando progressivamente as celebrações presenciais. Isto é, sem dúvida, motivo de alegria e esperança.
Iniciamos, em 25 de julho, com a Missa no Santuário Eucarístico, a retomada de nossas celebrações na Paróquia e, em 26 de julho, nossas primeiras Missas na Basílica de Nossa Senhora da Penha.

Em todas estas celebrações lembramos, de modo especial, as vítimas do novo coronavírus: pessoas que faleceram em decorrência da Covid-19, pessoas que sofrem a perda e o luto dos seus entes queridos, pessoas afetadas também economicamente e que se encontram em dificuldades para manter suas famílias, pessoas que estão enfermas, sobretudo os doentes graves. Mas rezamos também implorando a Deus que conduza, com sua sabedoria, as decisões das autoridades públicas e governantes, bem como as pesquisas de tratamentos e vacinas contra este mal que assolou a humanidade inteira. Suplicamos igualmente a bênção de Deus para todos os que, durante estes tempos difíceis, têm se dedicado ao próximo com generosidade de coração: profissionais da saúde, pessoas que atuam nos hospitais, profissionais da área da segurança pública, pessoas que atuam nos mais diversos serviços essenciais em nossa cidade e tantos outros que, no anonimato, demonstraram sua solidariedade para com o próximo.

A retomada das celebrações, contudo, obedecerão aos critérios de segurança e higiene exigidos pelas autoridades da saúde: distanciamento físico, higienização constante das mãos, uso de máscara protetora, comunhão somente na mão, limite de número de assentos nas igrejas e recomendação aos idosos e pessoas com doenças crônicas (grupos de risco) para que continuem acompanhando as celebrações pelos meios de comunicação em suas casas. Isto tudo porque ainda não superamos a pandemia, mas estamos buscando controlá-la. Não devemos “baixar a guarda”, pois como diz o livro dos Provérbios: “O homem prudente percebe o mal e se põe a salvo; os imprudentes passam adiante e aguentam o peso” (Pv 27,12). Portanto, devemos sempre ter em conta os cuidados necessários tanto para proteger-nos a nós mesmos, quanto para proteger a vida dos outros. A nossa fé firme em Deus e no seu poder não nos dispensa de fazer o que é nosso dever, pois não devemos tentar o Senhor nosso Deus (cf. Mt 4,7).

Conscientes disto tudo, rendemos graças a Deus por podermos, ao menos em parte, estar juntos novamente de modo presencial, ainda que, espiritualmente, jamais tenhamos nos apartado uns dos outros. Com prudência, alegria e muita esperança em Deus, vamos caminhando com fé no aguardo de que tudo isto passe e que tiremos destes acontecimentos as lições necessárias para crescermos mais no seguimento de Jesus, na vivência do Evangelho e na obediência ao mandamento do amor. O sentimento de fragilidade que experimentamos nestes tempos deve nos levar a colocar nossa esperança n'Aquele que é o único que permanece para sempre, e o quanto dependemos de Sua graça. Que Maria santíssima, modelo de esperança e saúde dos enfermos, aqui invocada sob o título de Nossa Senhora da Penha, assunta ao céu em corpo e alma, sinal da vitória final e definitiva da vida sobre a morte alcançada por seu Filho Jesus, nos ajude a construir nossa vida sempre sobre a rocha (penha) que é Cristo Senhor!

Com afeto fraterno, em Cristo, 

SECRETARIA PAROQUIAL

Segunda à Sexta-feira: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 17h30
Sábado: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 16h00
A secretaria está fechada aos domingos e feriados

ENDEREÇO

Rua Santo Afonso, 199
Penha de França - SP
Telefone: (11) 2295-4462