best html templates

“Convertei-vos e crede no Evangelho” (Mc 1,15).

O tempo da Quaresma, juntamente com o Tempo Pascal formam o coração do Ano Litúrgico, o coração da celebração do Mistério Pascal de Cristo. É um tempo de graça, penitência, conversão e alegria pela vida nova que Cristo nos veio trazer com a sua morte e ressurreição e com o envio do Espírito Santo, o Consolador.

Para viver bem este tempo é necessário ter o desejo de mergulhar no Mistério de Cristo, deixar-se envolver e modelar por ele. Neste sentido vale a pena recordar o que diz o documento sobre a Liturgia do Concílio Vaticano II (Sacrossanctum Concilium, 14) que afirma que nossa participação na ação litúrgica deve ser ativa, consciente e piedosa.

Devemos estar na Igreja não só de corpo, mas de coração e isto vale para cada Missa ou momento de oração que participamos.

No tempo da Quaresma temos a oportunidade de renovarmos nossa fé, renovarmos nosso compromisso batismal e nossa adesão a Cristo.

Na celebração da imposição das Cinzas somos recordados de nossa condição frágil, da necessidade que temos da graça que vem de Deus para podermos realizar em nossa vida a Sua vontade e obtermos a vida plena e eterna. Somos pó e sem Cristo nada podemos fazer (cf. Jo 15,5). Este pó que somos tem um grande valor aos olhos de Deus, pois Ele “amou tanto o mundo, que deu o seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3,16).

Para correspondermos a tão grande amor, procuramos conformar nossa vida à vontade de Deus. É aí que os exercícios quaresmais nos ajudam: o jejum, a esmola e a oração nos fazem sair de nós mesmos para irmos ao encontro de Deus, dos irmãos e promovem mudança em nossa vida. O Jejum nos purifica interiormente, nos educa para o domínio dos impulsos, nos faz tomar consciência da dor dos irmãos que padecem fome, nos faz orar com todo o nosso corpo e todo o nosso ser; a esmola, isto é, a partilha, nos faz sair de nós mesmos e exercitar a caridade fraterna, a solidariedade com os irmãos necessitados e a superarmos nosso egoísmo, nossa cobiça e ganância; e a oração nos aproxima de Deus, nos educa para realizarmos sua santa vontade e nos dá força para contribuirmos na construção de Seu Reino. Estes exercícios nos ajudam a viver melhor o nosso batismo e a renúncia ao mal. Eles nos ajudam a vencer o inimigo e suas tentações e também a vencermos as tendências ao pecado que trazemos em nós em consequência do pecado original. Abramo-nos à graça de Deus e vejamos quanta alegria e paz ela nos proporcionará!

A Campanha da Fraternidade será um instrumento a mais para nos ajudar neste processo de conversão no âmbito comunitário e social. Este ano ela refletirá sobre políticas públicas, isto é, ações em favor dos cidadãos, em favor da vida, saúde, educação, segurança das pessoas e das comunidades, enfim sobre tudo o que é necessário que se faça para que todos possam viver com dignidade. Como cristãos somos chamados a ser sal da terra e luz do mundo, portanto, devemos também nós dar a nossa contribuição para um mundo melhor, mais justo e mais fraterno. O apóstolo Paulo nos lembra: “Não esmoreçamos na prática do bem, pois no devido tempo colheremos o fruto, se não desanimarmos. Portanto, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, principalmente aos da família da fé” (Gl 6,9-10). Portanto, motivados pela fé que age pela caridade (cf. Gl 5,6) nos empenhamos para o bem de todos.

Aproveitemos bem esta oportunidade que o Senhor nos oferece por meio da Igreja neste tempo santo. Fiquemos atentos à Palavra de Deus que nestes dias nos será anunciada, especialmente os Evangelhos dos domingos. Formulemos um propósito sério de conversão e compromisso com Cristo e peçamos a graça de Deus para que sejamos perseverantes.

Que o Senhor, o Cordeiro Santo que se imolou por nós, guarde-nos a todos para vida!

Com afeto fraternos e invocando a bênção de Deus sobre todos,

Pe. EDILSON de SOUZA SILVA
Pároco da Basílica de Nossa Senhora da Penha

Endereço

Rua Santo Afonso, 199
Penha de França - SP
Mapa da localização

Secretaria

Seg. a Sex.:  8h30 às 17h30
Sábado: 8h30 às 15h30
(domingos e feriados fechada)

Contato

Fone: (11) 2295-4462