ASCENÇÃO DO SENHOR

Quarenta dias após a Ressurreição, Jesus ascende aos céus. É a plenitude de sua Páscoa e Cristo, com sua Ascensão, permanece vivo no seio da comunidade, seu Corpo Místico. Depois de ressuscitar, o Filho de Maria permanece realizando muitos sinais e provas da sua Ressurreição, por quarenta dias, aparecendo aos apóstolos e a muitos outros. Ensinando, exortando e enviando seus discípulos para a missão de ser continuadora da obra, “Ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado”. (Mt 28:19,20).

Em Atos dos Apóstolos, os discípulos, ao ver Jesus ascender aos céus, ficam parados, perplexos, olhando para o alto, ainda confusos e admirados com aquele acontecimento, até aparecerem as duas figuras, dois homens vestidos de branco que dizem: “Homens da Galileia, porque estais a olhar para o Céu? Esse Jesus, que do meio de vós foi elevado para o Céu, virá do mesmo modo que O vistes ir para o Céu”. (At 1,11). É preciso continuar a obra começada, Cristo é a Cabeça do Corpo Místico da Igreja. A experiência da Ascenção é sinal de esperança para a comunidade cristã que testemunha esse acontecimento, é a missão concluída historicamente por Cristo, mas que perpetua na Igreja, que é enviada por Ele a dar continuidade à evangelização.

Com sua subida aos céus, Cristo eleva a nossa condição humana. Ele está sentado à Direita do Pai, somos, a partir d’Ele e por Ele, dignos de sermos chamados filhos adotivos. Sua Ascenção, também, é sinal que revela nosso destino, estamos a caminho, a peregrinar rumo a nossa pátria eterna: “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”. (Jo 14:2,3).

No calendário litúrgico, a Solenidade da Ascenção do Senhor, que é celebrada quarenta dias após a Solenidade da Pascoa, portanto, numa quinta-feira, é transferida para o Sétimo Domingo de Páscoa para facilitar a participação dos fiéis. Neste ano litúrgico as leituras nos convidam a sentirmos a presença do Ressuscitado que Ascende ao Céus, mas que nos deixa seu testemunho de amor e seu mandato para irmos anunciar a boa nova do Reino de Deus a todas as criaturas. Ele não nos deixa só, envia seu Espírito para que tenhamos o Consolador, o Paráclito, o Advogado, o Protagonista da missão evangelizadora da Igreja, o Espírito Santo, que impulsiona os fiéis à participação na missão.

Cristo nos faz uma promessa: “[...] eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”. (Mt 28:20b). A Eucaristia é a sua presença viva e real no meio de nós, a graça de Deus que nos toca. Cristo é a nossa força! Ele Ascende aos céus, mas permanece vivo nos nossos corações.

Que o Senhor Ressuscitado seja a nossa força! Deus abençoe a cada um!

SECRETARIA PAROQUIAL

Segunda à Sexta-feira: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 17h30
Sábado: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 16h00
A secretaria está fechada aos domingos e feriados

ENDEREÇO

Rua Santo Afonso, 199
Penha de França - SP
Telefone: (11) 2295-4462