website templates

EXÉQUIAS DO MONSENHOR CALAZANS

“Quem vive e crê em mim, não morrerá para sempre” (Jo 11,25b)

Comecei a conhecer melhor Monsenhor Calazans no ano de 1994, quando cursava a última etapa de minha formação no Seminário Diocesano e, como diácono fui designado para fazer o estágio pastoral na Basílica de Nossa Senhora da Penha, onde havia sido ordenado no ano anterior. Foi um ano inteiro em que, aos fins de semana, fazia contato com os paroquianos, sobretudo os jovens, e servia nas missas, especialmente às 10h30. Monsenhor me acolheu e, após ser ordenado padre, trabalhamos ainda um tempo juntos na formação dos seminaristas no Seminário da Penha.

Todos conhecemos a trajetória deste grande homem de Deus e de nossa Diocese e o quanto ele se dedicou a esta comunidade e também às vocações sacerdotais.

A segunda oportunidade de conviver mais de perto com Monsenhor veio com a indicação do bispo para que eu fosse vigário paroquial desta Basílica, em setembro de 2017, e depois pároco, em 31/12/2017. Portanto, praticamente dois anos e meio de convívio, no qual ficou evidente o amor que Monsenhor nutria por Nossa Senhora da Penha, por esta Paróquia e pela oração do Santo Terço, o qual rezava constantemente.

Um dia o Senhor o chamou à vida; um dia o Senhor o adotou como filho no Batismo e lhe deu uma vida nova com a semente da vida eterna; um dia o ungiu com Seu Espírito na Crisma para que O testemunhasse na fé; um dia o alimentou pela primeira vez na Eucaristia. Na tenra juventude o Senhor o chamou para o sacerdócio e o fez pastor para as Comunidades onde exerceu seu ministério – diversos “sim” repletos de desafios, mas todos assumidos para valer e com coragem.

Ao longo de sua vida ministerial, Monsenhor foi inspiração para muitos que hoje são também sacerdotes nesta Diocese. Manteve-se fiel ao seu sim desde que fora ordenado, em 08/12/1964, portanto durante os seus quase 56 anos de sacerdócio, 43 dos quais dedicado à esta Basílica.
Hoje (24/03/2020), por volta da 01h40 aproximadamente, Ele novamente ouviu o chamado do Senhor, mas, desta vez, para empreender sua Páscoa definitiva, entrar nos átrios do Senhor e ouvir: “Entra na alegria do teu Senhor, servo bom e fiel!” (cf. Mt 25,23).

Sua passagem ocorre num momento difícil para toda a humanidade, reclusa e amedrontada diante da ameaça à vida provocada pela pandemia que atinge tantos países e também o nosso. Contudo, ao celebrarmos as suas exéquias, somos lembrados da vitória de Cristo sobre a morte e também do amor misericordioso de nosso Deus que “amou tanto o mundo que enviou o Seu Filho único para que todo aquele que n'Ele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3,16). 

A fé, que este nosso irmão nutriu sempre, seja recompensada na eternidade e sirva de ânimo, força e consolação para todos nós que ainda não contemplamos a nossa jornada neste mundo.

Obrigado, Senhor, pela vida e ministério de nosso irmão, Monsenhor Calazans. 

Obrigado, Monsenhor, por tudo! Que a Senhora da Penha o conduza ao seu Filho e nosso Salvador! 

(Homilia proferida por Pe. Edilson de Souza Silva, pároco da Basílica de Nossa Senhora da Penha, na Missa Exequial de Monsenhor Carlos de Souza Calazans, celebrada por Dom Manuel Parrado Carral, nesta mesma Basílica, na noite de 24/03/2020, de modo privado devido à quarentena para a prevenção da pandemia de coronavírus).

SECRETARIA PAROQUIAL

Segunda à Sexta-feira: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 17h30
Sábado: 8h30 às 12h00 e 14h00 às 16h00
A secretaria está fechada aos domingos e feriados

ENDEREÇO

Rua Santo Afonso, 199
Penha de França - SP
Telefone: (11) 2295-4462